Erva Baleeira

A Erva Baleeira é uma planta que quando os ribeirinhos [caiçaras] se machucavam no mato ou na sua lida diária com seus afazeres, com o pescado, utilizavam para seus machucados e suas contusões.

pescador jogando a rede

A Erva Baleeira é um anti-inflamatório natural da mata-atlântica do Brasil. Usado popularmente pelos caiçaras brasileiros para cicatrização e, destacadamente é usado anti-inflamatório natural.

A erva baleeira é utilizada pelos indígenas em tratamentos de várias enfermidades como:

  • Artrites, que é inflamação e dor nas juntas entre os ossos, como é popularmente chamado, nas articulações;
  • Contusões, são lesões causadas por pancada ou queda, se você no meio do mato e bate a perna em um obstáculo ou o braço e ali fica dolorido, é uma provável contusão;
  • Dor muscular, se você ultrapassa o seu limite físico por uma trilha mais demorada ou mais pesada que de costume, provavelmente terá dores musculares.
  • Reumatismo, se caracteriza pelas dores e restrições dos movimentos, normalmente causada por várias enfermidades que afetam as articulações, os músculos e o esqueleto.
  • entre outros.

Pra você ter uma ideia da importância desta planta, ela foi estudada e foi desenvolvido um fitoterápico tupiniquim, ou seja, toda a pesquisa foi feita no Brasil.

A Erva Baleeira [Cordia Verbenacea] tem seu nome científico Varronia Curassavica. Também conhecida por Maria-preta, Maria-milagrosa, Salicina, Catinga de barão e Pimenteira.

erva-baleeira como identificar

Como identificar a planta?

  • A identificação da Erva Baleeira é caracterizada por suas folhas de coloração verde escura com margens dentadas;
  • É uma planta arbustiva perene que atinge a altura de até 3 metros;
  • Flores brancas pequenas dispostas em espigas laterais que dão origem a pequenos frutos;
  • Frutos pequenos arredondados e com a cor vermelha-escura.

As folhas da Erva Baleeira, quando amassada, emanam um cheiro forte e próprio proveniente do seu óleo essencial, que é a fonte da sua ação medicinal.

Ceará Selvagem

Costumo fazer expedições exploratórias, onde saímos das trilhas convencionais e nos embrenhamos no mato seguindo rastros de animais, veredas, etc.

A ideia é mapear lugares para futuros acampamentos, mapear novas trilhas.

Então, para isso buscamos as lendas, assombros e/ou causos locais que nos dá combustível para futuras expedições e uma boa ânsia para começar a aventura.

Nessas horas se você pode fazer um abrigo improvisado para passar uma noite tranquila, fazer uma fogueira para se aquecer é muito bom. Assim, ter as forças revigoradas para as aventuras que viram no dia seguinte.

Conclusão

Por fim, a Erva Baleeira é uma planta que vale a pena conhecer e estudar, pois na mata, quanto mais conhecimento você tiver, melhor será sua experiência com toda a biodiversidade que encontrar.

Por fim, você tem uma farmácia natural a sua disposição que pode tanto te ajudar como a um amigo que esteja na aventura contigo. Conhecimento nunca é demais.

Vai fazer trilha, é bom está com alguém responsável. Pois numa hora que a emoção falar mais alto que a razão, é bom ter uma pessoa pra questionar as escolhas. Do mais, “cai dentro“!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *