Abrigo improvisado
0 0
Read Time:6 Minute, 17 Second

Eu sempre quis fazer um artigo sobre Abrigo ou como improvisar um abrigo. Então pesquisando no Google, sobre “qual o significado da palavra Abrigo”? Tive a seguinte resposta:

Substantivo masculino; local que serve para abrigar; abrigada, abrigamento; ou [por extensão] algo que oferece proteção contra os rigores do tempo. “encontrou a. seguro sob a marquise”; ou [Sentido figurado] tudo que possa significar amparo ou acolhimento “na amizade do tio encontrou um verdadeiro a.”.

A origem da palavra abrigo vem da forma regressiva de abrigar, do latim apricari. Tendo como sinônimos ou semelhantes: abrigamento, asilo, cobertura, reduto, refúgio, resguardo.

Aí vamos voltar pra o que interessa! Na selva, fazer um abrigo é essencial para sua sobrevivência e com técnicas bushcraft (ou artes mateiras) você tem um arsenal de possibilidades.

Se você vai passar uma noite, dá para improvisar até uma capa ou colocar a mochila para se proteger do vento, entre outras manhas.

Mas para passar mais tempo, é interessante ter um lugar para escapar de condições adversas do tempo, de animais e insetos por exemplo. 

abrigo

Então você está no mato e não tem uma barraca. Quer se proteger do Sol e das ações do tempo, o vento está ficando mais forte ou nota que o tempo está mudando mesmo, começa a ouvir trovoadas. 

É lá vem chuva ou quem sabe até uma tempestade com ventos fortes! Então, o que fazer? É hora de improvisar um abrigo para escapar da chuva e ter uma noite tranquila. Pois vamos lá!

Tutorial – Como fazer um abrigo

É muito importante a escolha do local:

# É interessante que a área tenha uma leve inclinação. Para que na chuva você não corra o risco de ter seu abrigo encharcado;
# Evite baixadas, pois na chuva terá seu abrigo inundado; 
# Nunca faça seu abrigo em encostas que visivelmente correm o risco de desmoronamento; 
# Evitar fazer embaixo de árvores velhas que durante uma ventania possam cair galhos.

Escolha o local para o abrigo

À medida que ganha experiência, você vai saber aproveitar os materiais que a natureza oferece para montar o seu refúgio, pois há uma inesgotável variedade de modelos de abrigo. 

Com uma lona¹, por exemplo, rapidamente você já pode se proteger durante seu trajeto, montando em formato de tenda e amarrando as extremidades já terá onde se proteger e ter onde se acomodar. 

Escolha o local para o abrigo

¹A lona plástica apesar de não ser biodegradável, é uma alternativa barata, serve de isolante para o piso ou pode ser usada como toldo de um abrigo, não ocupa muito espaço e são fáceis de transportar.

Escolha o local para o abrigo

Por exemplo, observe se o local que fará o abrigo é muito exposto aos seguintes fatores:

# Calor;
# Chuva; 
# Frio; 
# Umidade e Garoa; 
# Tocas de animais peçonhentos.

Escolha o local para o abrigo

A natureza é complexa e até você se acostumar com o ambiente em que está é preciso estar atento às altas e às baixas temperaturas, pois o amanhecer pode ser mais tarde e à noite vai chegar bem rápido.

Pra ter uma ideia, durante o dia dependendo da sua localização que você esteja a sensação térmica pode variar e ultrapassar os 40°C e a noite pode cair rapidamente chegando aos 10°C ou até menos.

Há locais de grande umidade e que chove bastante e outros que não chove nada e você tem que se proteger do excesso de calor.

Ao construir um abrigo, tudo deve ser observado e levado em consideração.

Limpe o terreno antes de fazer seu abrigo, dê preferência às estacas mais fortes e em áreas mais arenosas utilize estacas maiores. 

É importante observar a direção do vento que deve incidir na lateral. Cavar uma vala no chão ao redor para impedir a entrada de água, isso garante que na chuva não corra o risco de alagar o abrigo.

E de preferência escolher um lugar alto afastado de mangue ou pantanoso e que seja seguro para construí-lo.

Observe: Temos que proteger nosso equipamento, na ponta da madeira que ficar em contato com a lona, envolva com um pano ou trapo. Além de proteger a lona, evita que deslize, tenha desgaste e venha a romper a lona, principalmente quando o vento estiver forte.

A melhor forma de ter um refúgio e se proteger das condições do tempo, do frio, da chuva e podem ser feitos com galhos, folhas, mantas, lonas etc. Com sua criatividade e material disponível na natureza, você pode desenrolar um abrigo de várias formas.

Exemplos de abrigos na selva

Vamos lá, não existe forma mágica para construção de um abrigo, até porque vai depender dos recursos que você achar no percurso.

Quanto mais você ver técnicas de como construir seu refúgio, mas fácil será para você enxergar o material necessário para construir seu abrigo na natureza.

Vou colocar alguns exemplos para você se inspirar na próxima vez que cair no mato, ok?

Nesse vídeo você verá diversas técnicas de construção de abrigos, o cara é mestre no bushcraft, e você tem uma boa fonte para lhe inspirar nas próximas aventuras!

Aqui estão mais algumas maneiras de fazer seu refúgio:

O abrigo de “Vivac”, por exemplo

É uma cabana pra ser feita rápido, se cobre esse tipo de cabana de baixo pra cima, posso usar grama, junco, folhas de bananeira, folhas de palmeira etc.

É muito importante fazer uma espécie de vala ou calha em volta do seu abrigo para que não fique alagado em caso de chuva.  A estrutura dessa barraca é feita de galhos secos recolhidos na natureza.

Ai após montar a estrutura, é só cobrir com os materiais que sugerimos.

Um bom abrigo te dá um local seguro para repor as energias depois das atividades durante o dia na natureza.

Rede Coberta

Mais simples para se montar, no abrigo de rede basta improvisar um mosquiteiro com uma lona e improvisar a rede entre duas estacas resistentes ou árvores. Você vai amarrar a lona em quatro estacas;

Cama de Tarimba

Feita com folhas, ramos e camadas de folhas mais largas, a amarração é feita em estacas resistentes que vão servir de estrado para a base da cama. Feito o mais alto possível do chão para evitar umidade e insetos no abrigo;

Abrigo em A

Também utilizamos estacas nesse abrigo que serão cobertas com folhas de bananeira ou palmeira, contanto que sejam largas ou lona houver disponível. As folhas são viradas para baixo e são colocadas juntas para no caso de chuva não alague o abrigo;

Na amarração da estrutura, utilize tiras de casca de arvore torcida, cipós etc. É interessante lembrar que pode ser feito junto com a Cama de Tarimba melhorando o conforto do abrigo.

Há outros exemplos de abrigos que as companhias aéreas em cursos de sobrevivência que dão uma ideia da grande quantidade de métodos construtivos como o Abrigo Japá e Japá estilo Túnel, Abrigo de sobrevivência na Selva Rabo de Mutum, Pancho entre outros.

Você tem uma infinidade de materiais disponíveis na natureza para construir de forma primitiva o seu abrigo selvagem: bambus, troncos de todas as espessuras, cascas de árvores, madeiras, cipós, barro, mato, galhos secos, folhas de bananeira ou coqueiro, tudo vai depender do que você tem disponível na hora da precisão.

Escolha o local para o acampamento

Conclusão

Se você gosta do estilo de vida ao ar livre, é adepto do bushcraft, gosta de acampamento ou tem um pouco mais experiência e quer novos desafios, sugiro montar um abrigo selvagem na sua próxima aventura. Assim você resgata seu lado primitivo e terá uma maior conexão com a natureza. 

Quer mais dicas como essas? Então Cai dentro!

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
100 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *